Chamada para Oficial de Projetos Educacionais - Educação para a Paz (Chipre)

Abertura de Trabalho: Oficial de Projetos Educacionais (cargo de tempo integral) - Educação para a Paz
Organização: Associação para Diálogo e Pesquisa Histórica (AHDR)

Os candidatos interessados ​​precisam enviar seu currículo e documentação relevante, juntamente com um Carta de Interesse de 10 novembro 2021 .

clique aqui para mais informações e para se inscrever

Contexto

A Associação para Diálogo e Pesquisa Histórica (AHDR) é uma organização não governamental multi-comunal, sem fins lucrativos, estabelecida em Nicósia em 2003. A AHDR prevê uma sociedade onde o diálogo sobre questões de história, historiografia e ensino de história e a aprendizagem é considerada um meio para o avanço da compreensão e do pensamento crítico e é bem-vinda como parte integrante da democracia e de uma cultura de paz. Para este fim, o AHDR fornece acesso a oportunidades de aprendizagem para indivíduos de todas as habilidades e todas as origens étnicas, religiosas, culturais e sociais, com base no respeito pela diversidade e no diálogo de ideias. Desde o seu estabelecimento, o AHDR ampliou sua missão promovendo a educação para a paz em ambientes formais e não formais e atualmente está reunindo crianças em idade escolar, jovens e professores de todas as comunidades da ilha; neste contexto, o AHDR foi aclamado pelo Secretário-Geral da ONU e por organizações internacionais por seu papel na promoção do contato e da cooperação entre as futuras gerações de Chipre.

Antecedentes do trabalho do AHDR sobre Educação para a Paz / Educação para uma Cultura de Paz

No contexto dos esforços do AHDR para promover uma Cultura de Paz por meio da educação, em nível local, nacional e internacional, a organização também se engajou em uma série de projetos e atividades de Educação para a Paz. Estes demonstraram o impacto da desconstrução de estereótipos e do aumento do contato na criação de uma mudança de paradigma na educação como um pré-requisito para lançar as bases para uma paz sustentável. A implementação de projetos de Educação para a Paz deriva do reconhecimento da necessidade de responder às necessidades educacionais de professores, alunos e da sociedade em geral em relação a uma Cultura de Paz, bem como da urgência em destacar a importância da paz e da não violência e aumento do contato intercomunitário para a construção de futuros sustentáveis ​​para as gerações vindouras. Todos os itens acima prescrevem a implementação de programas e iniciativas inovadoras. É um imperativo para o AHDR ajudar os atores educacionais, principalmente alunos e professores, na redefinição do uso de termos como justiça social, compaixão, solidariedade, paz e conflito e desconstruir a lógica do 'amigo-inimigo'. Neste contexto, nosso trabalho na Educação para a Paz concentra-se em:

  • Treinamentos mono e bi-comunitários para alunos e professores sobre questões relacionadas a uma Cultura de Paz;
  • Concepção de atividades e projetos inovadores que garantam a sustentabilidade dos esforços atuais de combate ao racismo e à xenofobia, tanto a nível mono como a duas comunidades;
  • Organização de conferências, seminários e debates públicos locais e internacionais sobre educação;
  • Implementação de acampamentos de jovens bi-comunitários;
  • Elaboração e publicação de materiais educacionais sobre Educação para a Paz e áreas afins;
  • Trabalho em rede com partes interessadas locais e internacionais no campo da educação para a paz;
  • Campanha e defesa.

Posição

Para apoiar o seu trabalho, o AHDR requer os serviços de um Oficial de Projetos Educacionais com experiência comprovada no campo de Educação para a Paz / Educação para uma Cultura de Paz (ou campos relevantes, ou seja, Educação Anti-racismo, Educação em Direitos Humanos, Educação Intercultural, Educação para o Desenvolvimento Sustentável, Educação para a Cidadania Global, Educação sobre o Holocausto, etc.) para auxiliar na implementação da educação atual e futura necessidades de projeto da Associação.

Seja o primeiro a comentar

Participe da discussão ...